COMO E FEITA A CIRURGIA DE REDESIGNACAO SEXUAL?

Como e feita a cirurgia de redesignacao sexual?

Como e feita a cirurgia de redesignacao sexual?

Blog Article

Sistema Unico de Saude realiza procedimento gratuitamente desde 2008

Pessoas transgeneros nao se identificam – fisica ou psicologicamente – com o genero que lhes foi designado ao nascer e, para adequar o sexo anatomico ao psicologico, muitas vezes se submetem a uma cirurgia de redesignacao sexual.

cirurgia de redesignacao sexual
Credito: Istock/FG Trade
Saiba tudo sobre a cirurgia de redesignacao sexual
Este procedimento envolve intervencoes que vao desde a terapia hormonal (para dar ao organismo do paciente as caracteristicas do sexo biologico oposto), remocao de penis e colocacao de proteses mamarias para mulheres trans (que nasceram biologicamente homens, mas se identificam com o genero feminino) e remocao de utero, ovarios e mamas para homens trans (que nasceram biologicamente mulheres, mas se identificam com o genero masculino). Alem disso, ha a construcao de um novo orgao genital.

Movie mostra o passo a passo de uma cirurgia de redesignacao sexual

Na construcao da genitalia feminina, os testiculos sao removidos e a pele do penis e invertida para formar o interior da nova vagina (incluindo seus vasos sanguineos e terminacoes nervosas). O clitoris e feito a partir da glande (a ponta do penis). Ja para a construcao da genitalia masculina, e feita uma incisao na pele ao redor do clitoris, de modo a liberar o orgao do osso pubico para formar o neopenis. Os tecidos mucosos da vagina e os pequenos e grandes labios revestirao e darao quantity ao membro.

Outro metodo para a construcao do neopenis e a faloplastia, que usa enxertos da pele, musculos, vasos e terminacoes nervosas do antebraco ou da coxa do paciente. A partir desta pele e criado uma especie de cilindro onde e inserido um tubo que funcionara como a uretra.

SUS realiza cirurgias de redesignacao de forma gratuita
No Brasil, o Conselho Federal de Medicina autorizou a redesignacao sexual em mulheres trans em carater experimental em 1997 e, desde 2008, o Sistema Unico de Saude (SUS) tambem passou a realizar os procedimentos. Somente a partir de 2019 o SUS tambem passou a operar homens trans, mas, ate o momento, os procedimentos so podem ser realizados em quem solicitou o atendimento por meio de acao judicial.

Enquanto na rede unique o custo pode chegar a R$ one hundred fifty mil, no sistema publico, qualquer cidadao que apresentar queixa de incompatibilidade com relacao ao genero de seu nascimento, tem o direito ao atendimento humanizado, acolhedor e livre de qualquer discriminacao, gratuitamente.

Para ter acesso aos servicos de redesignacao sexual do SUS, e preciso solicitar encaminhamento na unidade basica de saude mais proxima da residencia do paciente. Desde 2020, a idade minima para os procedimentos cirurgicos e de 18 anos e, para o inicio de terapias hormonais, sixteen anos.

Teoricamente, todo processo ate a cirurgia acontecer demanda ao menos dois anos devido as avaliacoes psicologicas e psiquiatricas semanais que sao exigidas, no entanto, como sao poucos os locais aptos a realizar os procedimentos, a espera na fila do SUS pode chegar a mais de uma decada.


De acordo com o Ministerio da cirurgia de mudanca de genero Saude, os unicos hospitais que podem realizar essas cirurgias no Brasil pelo SUS sao o Clinic das Clinicas de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, o Healthcare facility das Clinicas da Universidade Federal de Goias, em Goiania, o Medical center das Clinicas da Universidade Federal de Pernambuco, em Recife, o Hospital das Clinicas da Universidade de Sao Paulo e o Medical center Universitario Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro.

A primeira redesignacao sexual do Brasil: um retrato de preconceito e injusticas
Hoje em dia, o procedimento no Brasil e corriqueiro e legalizado, mas na decada de 70, quando o cirurgiao plastico Roberto Farina realizou, de forma pioneira, a primeira cirurgia do tipo, teve grandes problemas. Em 1971, o medico redesignacao sexual deu a Waldir Nogueira o corpo que deveria ser dele desde seu nascimento possibilitando sua transformacao em Waldirene.

Depois de ser acompanhada durante dois anos por uma equipe interdisciplinar do Hospital das Clinicas, que a identificou como transexual, a cirurgia foi realizada no Clinic Oswaldo Cruz, em Sao Paulo, sem nenhum custo para a paciente. Alguns anos depois, em 1975, uma reportagem publicada pelo Estado de S. Paulo relatou o pioneirismo do medico e mencionou que varias pessoas aguardavam para serem operadas por ele. A repercussao da materia motivou uma denuncia em 1976, na qual o Ministerio Publico pedia que o medico fosse investigado por lesao corporal por ‘mutilar’ homens.

Intimado a fornecer nomes e enderecos de todos os que havia operado, ele se recusou. No entanto, uma triste coincidencia interferiu nesta historia: Waldirene entrou na Justica para mudar o nome nos documentos e assim o Ministerio Publico descobriu sua identidade. Alem da perseguicao a Farina, a Justica a coagiu e a submeteu a exames humilhantes para constatar seu genero.

O processo provocou comocao na comunidade cientifica internacional levando a manifestacao de muitos pesquisadores em apoio ao medico. No Brasil, entretanto, apenas a equipe que participou do atendimento de Waldirene no Hospital das Clinicas ficou ao lado do cirurgiao. De qualquer forma, nada adiantou: em 6 de setembro de 1978, o magistrado condenou Roberto Farina a dois anos de reclusao por lesao corporal de natureza gravissima em Waldir Nogueira.

Apos ter sido ridicularizado por anos devido ao processo e tido, inclusive, sua carreira prejudicada, em 1979, o Tribunal de Alcada Felony de Sao Paulo, por votacao majoritaria, anulou a condenacao de Farina.

O medico faleceu em 2001, aos 86 anos. Seu trabalho, no entanto, gera frutos ate hoje atraves do nucleo de estudos que oferece assistencia a pessoas trans da Universidade Federal de Sao Paulo (Unifesp): o Nucleo de Estudos, Pesquisa, Extensao e Assistencia a Pessoa Trans Professor Roberto Farina da Universidade Federal de Sao Paulo.

Report this page